Aumente o Autocontrolo Através do Exercício Físico

Aumente o Autocontrolo Através do Exercício Físico

O Autocontrolo é uma componente comportamental essencial à nossa sobrevivência, caracteriza-se como a capacidade mental de um indivíduo exercer controlo sobre os seus pensamentos, emoções e comportamentos de modo a sobrepor-se aos seus próprios impulsos, desejos e respostas habituais às situações que se depara. 

Na prática o autocontrolo existe quando um individuo opta por inibir os seus desejos imediatos substituindo-os por comportamentos alinhados com os seus objectivos a médio e longo prazo. 

O autocontrolo está associado a comportamentos adaptativos positivos tais como a regulação do peso corporal, comer saudavelmente, performance na escola ou no trabalho. 

 

Segundo o estudo publicado em 2017 pela “Behavior Modification” o exercício físico poderá potenciar a força de vontade dos indivíduos, ajudando-os no processo de decisão pelo evitamento das escolhas impulsivas que (por vezes) saem fora do controlo pessoal.

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28033718/

No presente estudo os investigadores utilizam a medida psicológica do “desconto por atraso” como uma medida avaliativa da capacidade que os indivíduos têm para adiar o prazer momentâneo em função de um maior prazer futuro.

Sinteticamente:

Indivíduos que praticaram mais exercício físico apresentaram uma melhoria no seu autocontrolo, ou seja, apresentaram um score maior em “desconto por atraso”.

Alguns investigadores no Jornal “Brain Plasticity” revelam que existe uma relação bidireccional entre exercício e autocontrolo:

– Níveis de traço de personalidade com elevado autocontrolo resultam num maior desempenho e adesão à prática de exercício físico.  

– Níveis de participação prolongada em exercício físico e melhor condição física resultam num maior autocontrole.

https://content.iospress.com/articles/brain-plasticity/bpl190082

No mesmo artigo é revelado que uma sessão de exercícios aumenta o autocontrolo, especialmente quando realizado com uma intensidade moderada e com algum grau de envolvimento cognitivo.

O Jornal “Brain and Cognition” (2016) aborda o efeito do exercício aeróbico (ou cardiovascular) no controlo inibitório, ou seja, na capacidade de controlar os comportamentos, pensamentos e emoções em ordem de uma adaptação ao ambiente e contexto social. 

Segundo o artigo previamente citado conclui-se que:

 A prática de um exercício aeróbico moderado pode melhorar o controlo inibitório e suportar efeitos de transferência para o autocontrole dietético.

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0278262616300379

Efetivamente o autocontrolo pressupõe abdicarmos, por vezes, de coisas que nos atraem e possibilitam a satisfação de necessidades momentâneas. Contudo é de extrema importância que na sua atitude face às circunstâncias da vida (como por exemplo perda de peso) se mantenha focado no objetivo e na finalidade das suas ações, sabendo que o esforço conjugado de boas práticas como o exercício físico e uma alimentação saudável e inteligente poderão conduzi-lo/a a resultados efectivos e duradores de saúde e bem-estar.

Em 2023 ganhe o controlo da sua vida e tenha comportamentos congruentes com os objectivos que deseja concretizar.