Avaliação Física, um instrumento útil?

Avaliação Física, um instrumento útil?

A avaliação física é um instrumento fundamental de análise da condição física de um
indivíduo. Através da avaliação física são identificados limites físicos e biológicos do
indivíduo que pratica ou vai iniciar a prática de exercício.

O resultado da avaliação física deverá permitir tomar decisões acertadas, específicas e individualizadas ao nível da prescrição de exercício, auxiliando na programação da “dose eficaz” (intensidade e volume) do exercício de acordo com as capacidades reais do indivíduo.

A possibilidade de conhecer as variáveis inerentes à avaliação física, permite que o
exercício não se torne num meio de agressão ou lesão mas sim num meio de
progressão e desenvolvimento pessoal em função dos objetivos traçados tanto pelo
avaliado como pelo profissional de exercício que tratará de conduzir o processo.

Parâmetros da Avaliação Física

Anamnese
A anamnese serve para avaliar o risco que o indivíduo tem para a prática de atividade física. Normalmente é executada através de um inquérito no qual é realizado uma investigação do historial de saúde do indivíduo e de sua família (doenças hereditárias), dos hábitos e estilos de vida do mesmo.

Antropometria
Neste parâmetro verifica-se o estudo das proporções e medidas do corpo, mais especificamente das medidas do tamanho, forma e composição corporal.
Na antropometria são identificados e quantificados os diferentes componentes da massa corporal, como por exemplo:

Gordura

Massa muscular
Osso
Órgãos internos
Água

Postura
Este conteúdo de avaliação tem por objetivo identificar os desvios e alterações na postura dos indivíduos.

Através da avaliação postural são assinalados os desequilíbrios musculares que o indivíduo apresenta e posteriormente, em função dessa informação, são estabelecidos exercícios corretivos de forma a melhorar o alinhamento postural final.

Capacidade cardiorrespiratória
Traduz-se na capacidade de um indivíduo realizar um esforço (exercício físico dinâmico) com uma duração prolongada e uma intensidade entre moderada a vigorosa.
A capacidade cardiorrespiratória está relacionada com a capacidade funcional dos sistemas cardíaco, respiratório e muscular. A quantificação desta capacidade é fundamental para a prescrição do exercício de um modo individualizado e adaptado ao funcionamento corporal de cada um. Através do conhecimento desta capacidade
podem ser balizadas as variáveis intrínsecas ao exercício como intensidade e a duração do esforço.

Praticar exercício de uma forma consciente e informada é um privilégio e contribui
consideravelmente para atingir os resultados esperados de uma forma sustentável e
segura.

 

Caso inicie a prática de exercício físico, procure sempre realizar uma avaliação física junto de um técnico qualificado para o efeito.
Lembre-se que a avaliação não é um julgamento mas sim um guia de ajuda e superação da condição inicial.